20110223

Um Ar

Um rebanho de ovelhas e cordeiros a pastar
Um negro corvo passeia-se no meio da vegetação
O sol que incide em todos os seres e os faz brilhar
A água do campo a espelhar o sol em oração
Um bando de passarada miúda pousa no relvado
Levanta voo o corvo até ao canavial
O vento na folhagem a dar a dar
A roupa a corar no estendal
E o corvo que mostra o seu grasnar
As laranjeiras carregadas de laranjas apetitosas
O gato que afia as unhas no pilar
O cão deitado em cima da sua casota
E os sentidos afinados a esta peregrinação
Há um ar de Primavera no ar
.

5 comentários:

tecas disse...

" N" Ar espelha-se toda a natureza...uns a voar...outros a passar simplesmente sem ver e ouvir o que de belo tem toda a criação.
Muito belo o teu poema, querida!
Bjito amigo!

Baby disse...

E com a Primavera a natureza mostra-se em todo o seu esplendor e a vida torna-se mais apetecida!
Um beijo.

GarçaReal disse...

Uma delicia de texto/poesia.

Muito bem escrito. Senti-me transportada para a paisagem descrita.

Bom domingo

Bjgrande do Lago

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

O Árabe disse...

Bela imagem! Fez-me sentir a primavera. :) Boa semana!