20090523

Amo-te

Procuro-te e não te encontro
Mas estendo o braço e encontro o rasto do teu odor
As marcas que deixaste na nossa cama
Depois da madrugada de amor

Deixaste-me a dormir no calor do teu lume
Depois de me incendiares sem queixume
Para acordar nos braços do teu perfume…

Ainda tenho em mim a seda da tua pele
E nos meus lábios o sabor do teu mel…

Oh… amo-te!

25 comentários:

O Árabe disse...

És bem-vinda de volta, amiga, trazendo contigo a poesia! :) Boa semana.

Ana Martins disse...

Um amor assim não deve nunca ser calado!

Beijinhos,
Ana Martins

João Videira Santos disse...

As palavras na afirmação do sentimento.

Quando assim é, todas são, necessàriamente...bonitas!

Multiolhares disse...

É dificil quando se procura sem se encontrar,
Bj

poetaeusou . . . disse...

*
amo-te,
que palavra sublime,
,
conchinhas
,
*

O Árabe disse...

Passando para desejar boa semana, enquanto aguardo o novo post. :)

Joaninha disse...

Amar é bom :)

beijos

tossan disse...

Uma noite para se guardar na lembrança e repetir. Linda poesia Beijo

Baby disse...

Que bom é amar assim, quando a ausência é apenas temporária e as lembranças sempre quentes...

Um bom fim de semana.
Um beijinho.

varal experimental disse...

Que lindo poema.

Beijos.

Multiolhares disse...

deixo um beijinho de bom fim de semana

Namastê

literatura disse...

Boa Amiga!
Obrigado pelo seu comentário.
Li as suas postagens, as quais demonstram uma realidade muito pura. O poema "Amo-te" é prova disso, pois o amor é assim! Vive-lo é uma Felicidade enorme, recordá-lo é uma emoção que nos invade e permanece muito tempo dentro de nós.
Parabéns por nos brindar com a sua arte.
Beijinhos!
Noribal

Val Du disse...

Amar é sempre bom, independente de ser ou não ser amado.

Bela inspiração.

Abraços

Sonia Schmorantz disse...

"Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.
Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história antes que ela seja varrida na manhã seguinte pelos garis.
Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as catedrais de Paris.
Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você não
viver uma boa história pra contar."
(Pedro Bial)

Na impossibilidade de entrar em detalhes, como eu gostaria imensamente como todos amigos que tenho, venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu domingo, sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Um abraço

Sônia

Parapeito disse...

...e quando assim acontece........que mais se pode desejar :)
Um domingo bombom cheio de mel e brisas mansdas*

O Árabe disse...

Boa semana, amiga. Fica bem! :)

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Perla, belo poema...Espectacuar....
Beijos

Carla disse...

passei para deixar um beijo
e...
dizer-te também do meu livro...In-finitos sentires que vão ser desenhados em papel. O lançamento é no próximo dia 27 de Junho, às 16 horas na Biblioteca de Valongo (Porto)...aparece se puderes

Espaço do João disse...

Quem é que não se esqueceu do nosso cantor romantico Tony de Matos? Quem foi??

Lana disse...

que bonito, eu não diria melhor!
as palavras devem transmitir o que sentimos ou não servirão para coisa alguma!
é preciso saber dizê-las e aqui está um maravilhoso e amado exempço.
Parabéns!
1 sorriso mto mto luminoso e até breve
Lana

O Árabe disse...

Boa semana! E o novo post? :)

O Profeta disse...

Um areal morno acolheu
Teus passos ávidos da chegada
Caminhas na procura das marcas
De uma espera desencontrada

Calmaria!
A bonança reivindicou o Sol no celeste
Uniram-se os pedaços de rasgada vela
Tua alma retomou o sonho adiante


Boa semana


Mágico beijo

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PERLA, BELA POESIA... ADOREI!!!
GRATA PELA VISITA... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

lua prateada disse...

Lindo mas tão triste ...que se pode sentir a tristeza ate aqui.
Força...........
Beijinho prateado

SOL

Ana Martins disse...

Vim à procura de um novo post, deixo um beijinho com carinho.

Ana Martins