20081026

Tenho frio

Tenho frio, estou gelada
Envolve-me no teu abraço
Para que esqueça o cansaço
Mergulhada no teu peito

És o berço que me embala
O cobertor que me aquece
Que me circunda de calor
Sempre que o dia escurece

Segreda-me o teu amor
Percorre-me de energia
Aquieta-me a vontade

Invade-me do teu odor
E amanhã no novo dia
Brilharei tranquilidade

20081006

Serenar

Preciso do teu colo
Encostar a cabeça no teu peito
Sentir a tua mão nos meus cabelos
E o teu aconchego no leito

Afaga o meu corpo dorido
Sê sempre o meu porto seguro
Serena este mar tão revolto
Dá-me a calma e a paz que procuro